FOTOS



sábado, 29 de janeiro de 2011

Porto de Sines saneia dívida de 78 milhões de euros

Presidente do Conselho de Administração:

O Porto de Sines saneou uma dívida de 78 milhões de euros, que tinha desde 2005, anunciou hoje a presidente do conselho de administração, Lídia Sequeira, na altura da consignação da segunda fase da construção do molhe leste.

Para além do anúncio do saneamento da dívida, que terá sido acumulada durante as administrações anteriores a 2005, ano em que assumiu a liderança do Porto de Sines, Lídia Sequeira revelou ainda que a administração portuária pode assegurar metade do valor da obra de ampliação do molhe.

“Atualmente [a Administração do Porto de Sines] tem capacidade para assegurar, sem recurso a crédito, 50 por cento” do valor da obra de ampliação do molhe, disse, após a assinatura da consignação da segunda fase da construção do molhe leste, obra orçada em 40 milhões de euros.

Lídia Sequeira falava durante a cerimónia presidida pelo ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, António Mendonça, que destacou a “sustentabilidade” e o crescimento do Porto de Sines, bem como a sua “subida” para primeiro porto exportador nacional.

Esse é um dos fatores que levou o governante a considerar Sines “um exemplo que se encaixa perfeitamente” nas prioridades definidas pelo Governo, considerando que se enquadra na aposta do ministério que tutela em projetos “sustentáveis”, que criem competitividade e com uma visão de gestão “sistémica”.

A empreitada hoje consignada prevê a construção de mais 400 metros do molhe, cuja extensão final será de 1500 metros, uma obra considerada fundamental para garantir condições de abrigo e de operacionalidade dos navios que operam no Terminal XXI (de contentores), também em fase de ampliação.

Além da consignação dessa obra, orçada em 40 milhões de euros e adjudicada à empresa CONDURIL, Construtora Duriense, S.A., foi hoje inaugurado o Porto de Abrigo, destinado às embarcações de segurança da Autoridade Portuária, da Capitania de Sines e da Unidade de Controlo Costeiro de Sines.

Sem comentários:

Enviar um comentário